Hospital Distrital da Figueira da Foz, EPE
 
Pesquisa
  Emergência Informações Úteis Mapa do Site Mapa HEPE
 
 
 
 
 
Como Actuar?
 
Hemorragias

A hemorragia é uma perda de sangue devido a ruptura de vasos sanguíneos.
A hemorragia pode ser interna ou externa, implicando atitudes diferentes por parte do socorrista.

1.Hemorragia Interna
- Deve-se suspeitar sempre de hemorragia interna quando não se vê escorrer o sangue mas a vítima apresenta um ou mais dos seguintes sinais e sintomas.

Sinais e Sintomas:
- Sede.
- Sensação de frio (arrepios).
- Pulso progressivamente mais rápido e mais fraco.

Em casos ainda mais graves:
- Palidez.
- Arrefecimento, sobretudo das extremidades
- Zumbidos.
- Alteração do estado de consciência.

O que deve fazer:
- Acalmar a vítima e mantê-la acordada.
- Desapertar a roupa.
- Manter a vítima confortavelmente aquecida.
- Colocá-la em Posição Lateral de Segurança.

É ums situação grave que necessita de transporte urgente para o hospital.

O que não deve fazer:
- Dar de beber ou comer

2.Hemorragia Externa

O que fazer:
- Deitar horizontalmente a vítima.
- Aplicar sobre a ferida uma compressa esterilizada ou, na sua falta, um pano lavado, exercendo uma pressão firme com uma ou as duas mãos, com um dedo ou ainda com um ligadura limpa, conforme o local e a extensão do ferimento.
- Se o penso ficar saturado de sangue, colocar outro por cima, mas sem retirar o primeiro.
- Fazer durar a compressão até a hemorragia parar (pelo menos 10 minutos).
- Se a hemorragia parar, aplicar um penso compressivo sobre a ferida.

Atenção: antes de qualquer procedimento o socorrista deve calçar luvas descartáveis.

Se se tratar de uma ferida dos membros com hemorragia abundante pode ser necessário aplicar um Garrote.
O garrote pode ser de borracha ou improvisado com uma tira de pano estreita ou uma gravata.

Como aplicar um garrote:
Aplicar o garrote entre a ferida e o coração, mas o mais perto possível da fferida e sempre acima do joelho ou do cotovelo, de acordo com a zona onde se situa a ferida que sangra.

Aplicar o garrote por cima da roupa ou sobre um pano limpo bem alisado que ficará colocado entre a pele e o garrote.

Colocar o garrote à volta do membro ferido; se o garrote for improvisado com tira de pano ou gravata dar com as pontas dois nós entre os quais se enfia um pau; rodar o pau até a hemorragia estancar.
- Aplicando o garrote, terá de ser aliviado de 15 em 15 minutos, mantendo-o aliviado de 30 segundos a 2 minutos, conforme a intensidade da hemorragia (quanto maior é a hemorragia menor é o tempo que o garrote está aliviado).
- Anotar sempre a hora a que o garrote começou a fazer compressão para informar posteriormente o médico (pode colocar essa informação num letreiro ao pescoço do ferido).

Nunca tirar o garrote até chegar ao Hospital; perigo mortal!

Entretanto:
Tomar medidas contra o estado de choque antes e durante o transporte para  o Hospital:
- Acalmar a vítima e mantê-la acordada.
- Deitá-la com as pernas levantadas.
- Mantê-la confortavelmente aquecida.
- Não a deixar comer nem beber.

É uma situação grave que necessita de transporte urgente para o Hospital.

No caso particular de hemorragia da palma da mão:
- O ferido deve fechar fortemente a mão sobre um rolo de compressas esterilizadas ou, na sua falta, um rolo de pano lavado, de modo a fazer compressão sobre a ferida.
- Colocar em seguida uma ligadura ou pano dobrado à volta da mão.
- Colocar o braço ao peito com a ajuda de um lenço grande, mantendo a mão ferida bem levantada, encostada.

É uma situação grave que necessita de transporte urgente para o Hospital.

 
 
       Topo  
  Logotipo dos Hospitais SA 2009 Direitos Reservados - Hospital Distrital da Figueira da Foz, EPE Símbolo de Acessibilidade na Web www.acessibilidade.net Ministerio Saúde