A Entidade

CARATERIZAÇÃO DO HOSPITAL

O Hospital Distrital da Figueira da Foz, EPE (adiante designado HDFF, EPE) constitui uma entidade pública empresarial, cujos princípios e regras aplicáveis se encontram estabelecidos no Decreto-Lei n.º 18/2017, de 10 de fevereiro que revogou o Decreto-Lei n.º 233/2005, de 29 de dezembro, tem sede social na Gala – Figueira da Foz e número de pessoa coletiva 506 361 527.

 

ENQUADRAMENTO REGIONAL E ÁREA DE INFLUÊNCIA

A área de influência abrange os concelhos da Figueira da Foz e de Montemor-o-Velho e parcialmente, os concelhos de Soure, Cantanhede, Mira e Pombal, sem prejuízo do disposto pelas redes de referenciação hospitalar, no contexto do Serviço Nacional de Saúde.

O HDFF, EPE encontra-se integrado na rede de prestadores de cuidados de saúde do Serviço Nacional de Saúde, devendo portanto assumir os compromissos no contexto do SNS, garantir o cumprimento das leis de base para a saúde e alcançar as metas e objetivos estabelecidos com a Tutela.

A base de atuação do Hospital é centrada no doente, pois tem como objetivo central a prestação de cuidados de saúde de qualidade à população em geral, acessíveis em tempo oportuno. Pretende-se, igualmente, garantir a sustentabilidade económica e financeira do Hospital, através da promoção da eficiência na utilização dos recursos e da eficácia nos resultados.

A política de qualidade do Hospital assenta na melhoria contínua dos cuidados, que deverá ser adequada às necessidades e expetativas dos utentes.

No desenvolvimento da atividade do Hospital estão presentes os critérios subjacentes à rede de referenciação dos doentes, à continuidade de cuidados, à articulação funcional com os cuidados de saúde primários e outras instituições do Serviço Nacional de Saúde, tendo-se como objetivo garantir um melhor acesso aos cuidados de saúde, mais qualidade na prestação, maior satisfação dos utentes, aumento de eficiência e, consequentemente, melhores resultados em saúde e a sustentabilidade do HDFF, EPE.

Dado que a região Centro do país é caraterizada por múltiplas unidades de saúde públicas e privadas que concorrem diretamente com o Hospital, é fundamental a afirmação do HDFF, EPE na região enquanto unidade de saúde de referência, prestadora de cuidados diferenciados, de qualidade e em tempo oportuno.

 

 

Órgãos Sociais

Conselho de Administração

Prof. Doutor Manuel Teixeira Veríssimo | Presidente

Dra. Ana Raquel dos Santos Andrade| Vogal Executivo

Dra. Maria Susana Ferreira Magalhães | Vogal Executivo com funções de Diretora Clínica

Enfermeiro Rui Miguel Dias Cruz| Vogal Executivo com funções de Enfermeiro Diretor

 

Despacho n.º 2216/2021 – Diário da República n.º 41/2021, Série II de 2021-03-01 – Designa os membros para exercer funções no conselho de administração do Hospital Distrital da Figueira da Foz, E. P. E.

Resolução de Conselho de Ministros com nomeação – Aceder ao pdf Resolucao do Conselho de Ministros n. 123-2018 - Membros do CA do HDFF, EPE Resolucao do Conselho de Ministros n. 123-2018 – Membros do CA do HDFF, EPE

 

Fiscal único

2018 – 2020 – Fiscal Único – Efetivo

CFA – Cravo, Fortes, Antão e Associados, SROC, Lda, nº 87 da OROC, nº 2977 da CMVM,

Despacho nr.994/18 setembro 2018

 

2018 – 2020 – Fiscal Único – Suplente

Dr. Sérgio Renato Dias Marques, nº 1736 da OROC

Despacho nr.994/18 setembro 2018 

 

Despacho de nomeação – Aceder ao pdf Despacho nomeacao Fiscal Unico Despacho nomeacao Fiscal Unico

 

Conselho Consultivo

Presidente do Conselho Consultivo do Hospital Distrital da Figueira da Foz, EPE

– Prof. Doutor José Manuel Borges do Nascimento Costa.

 

 

Missão, Valores e Objetivos

Missão

O HDFF, EPE tem por missão a prestação de cuidados de saúde diferenciados, de qualidade, em articulação com os cuidados de saúde primários e demais hospitais integrados na rede do Serviço Nacional de Saúde, utilizando adequadamente os seus recursos humanos e materiais de acordo com os princípios de eficácia e eficiência, procurando a melhoria contínua dos cuidados tendo em conta as necessidades e as expetativas dos utentes.

 

Visão

O Hospital e os seus profissionais exercem a sua atividade, através de procedimentos e atitudes assentes em práticas humanistas e princípios estruturais, num quadro de permanente e atuante disponibilidade, de dignificação humana e profissional, de responsabilização e de diálogo.

Tornar o Hospital numa unidade de referência na região pela prestação de cuidados de saúde diferenciados e de qualidade e auto-sustentável económico-financeiramente, com urgência médico-cirúrgica.

 

Valores

No cumprimento da sua missão, o HDFF, EPE e os seus profissionais perfilham os seguintes valores e princípios:

a)      Respeito pela dignidade humana, diversidade cultural e pelos direitos dos utentes;

b)      Universalidade no acesso a cuidados de saúde e equidade no tratamento;

c)       Primazia à pessoa do utente;

d)      Honestidade, sinceridade e franqueza no relacionamento com os utentes, seus familiares e entre os profissionais;

e)      Elevados padrões de humanização, qualidade e competência técnica e científica dos serviços prestados;

f)       Espírito de equipa, integridade, confidencialidade, privacidade e cordialidade;

g)      A mudança como motor do desenvolvimento, focada nos seus profissionais;

h)      Eficácia e eficiência na utilização de todos os recursos ao seu dispor;

i)        Respeito pela tradição histórica e cultural do HDFF, EPE assumindo cada profissional o dever de contribuir positivamente para o seu engrandecimento;

j)        Responsabilidade social; e

k)      Respeito pelo ambiente.

Regulamento Interno

O Regulamento Interno do Hospital Distrital da Figueira da Foz, EPE pode ser consultado aqui:

Aceder ao pdf Regulamento Interno 2013 Regulamento Interno 2013

Estrutura Organizacional

Ficheiro em PDF –Aceder ao pdf Organigrama Organigrama

Comissões de Apoio Técnico

As comissões de apoio técnico são órgãos de caráter consultivo que têm por função colaborar com o Conselho de Administração, a pedido deste ou por sua iniciativa, nas matérias da sua competência.

Comissões de apoio técnico do HDFF, EPE, nos termos e para os efeitos do artigo 24.º dos Estatutos:

a) A Comissão de Ética para a Saúde (CES);
b) A Comissão de Qualidade e Segurança do Doente (CQSD);
c) Grupo de Coordenação Local do Programa de Prevenção e Controlo de Infeções e de Resistência aos Antimicrobianos (GCL PPCIRA);
d) A Comissão de Farmácia e Terapêutica (CFT);
e) A Comissão Local de Informatização Clínica (CLIC);
f) A Comissão da Reconciliação da Medicação (CRM);
g) A Comissão de Coordenação Oncológica (CCO);
h) A Comissão de Combate ao Desperdício (CCD);
i) A Comissão de Nutrição (CN).

Mapa do Hospital